Arquivos do Blog

10 delícias típicas que experimentamos pelo mundo

Colocar as papilas gustativas para trabalhar é, com certeza, uma das melhores formas de conhecer um novo país. Os diferentes sabores, temperos, cheiros e cores espalhados pelo mundo atraem os amantes da gastronomia e os meros mortais, como nós, que gostamos mesmo é de comeeer! Abaixo listamos os dez pratos mais diferentes que encontramos nesta jornada pelo mundo!

IMG_3072 Leia o resto deste post

Estamos falando grego?

Não, definitivamente, não estamos falando grego. Já são 11 dias na Grécia e não aprendemos uma palavra sequer da língua oficial por aqui. Diferente de todos os lugares que passamos, já que por educação e curiosidade sempre decoramos algumas poucas palavras nativas, pelo menos o básico, para nos comunicar. Oi, tudo bem, bom dia, boa noite, obrigado (são exemplos de “palavrinhas mágicas” que todo viajante deveria aprender antes de visitar algum país).

IMG_9765

Nossa cara quando o restaurante só tem menu em grego!

A regra de ouro nos rendeu alguns sorrisos e cordialidades na França. Como de costume baixamos um aplicativo de francês para iniciantes no celular e voilà, estávamos prontos para enfrentar a rigidez com que, supostamente, seríamos tratados pelos franceses ao pedir uma informação na rua em inglês. A frase mágica foi: “parlez vous anglais” (Você fala inglês). Sempre, lógico, acompanhado de um monsieur ou madame. Só uma pessoa que abordamos não sabia falar inglês e fez aquela cara de decepção. Leia o resto deste post

Sua mãe te deixa dormir fora de casa?

Sentado em um confortável sofá de dois lugares levanto para pegar um livro na estante. Atraído por uma capa colorida abro em uma página qualquer e me dou conta que não sei ler em alemão. Não estou na minha sala de estar, mas me sinto em casa. Lembrei da minha adolescência e das muitas vezes em que meus pais não me deixaram dormir fora de casa (e nas diversas vezes em que pude passar a noite na casa de amigos e parentes). Desde que deixamos o Brasil o que mais temos feito é dormir na casa “dos outros”.

3511894722_8da74b4907_b

Sempre gostei de dormir fora de casa. Um lugar desconhecido onde a comida, a torneira da pia do banheiro e a hora de dormir são diferentes. É como um novo mundo a ser desbravado. Em três meses de viagem já passamos por casas marroquina, inglesa, galesa, francesa, belga… Mais do que testar a maciez dos travesseiros e lençóis alheios, em muitos destes lugares pudemos viver como os nativos. Leia o resto deste post

A tradição milenar dos tapetes marroquinos

Um dos itens mais desejados pelos viajantes que passam pelo Marrocos são os coloridos tapetes árabes. Mas para os marroquinos, mais do que simples peças de decoração, os tapetes são símbolos da cultura do país. Em Marrakesh fomos conhecer uma associação de produtores de tapetes e aprender sobre a arte da tecelagem marroquina.

IMG_3175

Segundo a tradição usar tapetes é algo luxuoso e o artigo era utilizado até em antigos rituais, lugares sagrados e palácios. No passado os tapetes eram também um importante artigo no enxoval de uma noiva e, por isso, eram muitas vezes oferecidos como presente. Leia o resto deste post

Festaaaaa! 1 mês de #PrazerMundo!

Já são 30 dias, 720 horas, 43.200 minutos e 2.592.00 segundos longe de casa. Nesse tempo foram cinco países, quase dez cidades e um milhão de descobertas. A cada quilômetro que percorremos a escala de saudades ganha mais um pontinho. Sentimos falta de casa, do Brasil, da família, dos amigos, da comida. Saudade de tudo aquilo que fazia parte do nosso cotidiano e que hoje, e por enquanto, está apenas na memória.

IMG_5675

E se partimos também em busca de autoconhecimento, será que já deu pra mudarmos em tão pouco tempo de viagem? Longe de casa você aprende (na marra) que o arroz com feijão de cada dia eram tão valiosos e não tínhamos noção disso. Percebemos que o consumismo e a compulsão por ‘ter, ter e ter’ é desnecessária, já que você pode viver com pouca roupa e fazer das peças básicas o seu mais belo traje de festa. No exterior você percebe que aquelas conversas rápidas nos pontos de ônibus ou nas estações de metrô são extremamente valiosas para quem quer aprender uma nova língua. Leia o resto deste post

Como viajar e ser mulher ao mesmo tempo?

Bem, eu não tinha muito certo na cabeça como seria isso ou como faria. Sou mulher e como qualquer outra, tenho minhas vaidades. Fazer unha toda semana, escovar os cabelos, fazer mechas (amo ser loira), comprar roupas, sapatos e por aí vai. Aí começa o desafio. Como vou me organizar para uma viagem de um ano, econômica, onde eu tenho que levar o mínimo de coisas? levar apenas o que eu realmente vou usar e sem muito luxo?

11652094_925669710831049_1126178097_n

Comecei minha pesquisa em vários sites de viagem, blogs, vídeos na internet, de pessoas que já haviam feito algo assim e fui me adaptando. Comecei com a mudança totalmente radical do meu cabelo. Meu casamento foi mais ou menos um mês antes da viagem (para ser exata, 27 dias) e por isso ele estava enorme. Investi uma boa grana nele para o casamento mas, ficar um ano fora, sem luxos precisava de uma atitude radical. Cortei meu cabelo pouco mais pra baixo da orelha o mais curto que eu consegui, já que isso facilitaria os cuidados diários durante a viagem. Leia o resto deste post

Sabine Freitag

sabine freitag :: bild I text I interaktion

Mundiando

Por Dan Rodrigues

Blog Rent a Local Friend

Live The Local Spirit of Different Cities!

Viagem: Na Ponta do Lápis

Blog de viagens com dicas de alimentação, hospedagem e roteiro

My Wonderland

Maria França

Guia brasileira em Londres

Passeios privados e personalizados em português

Vagando Por Aí

Dicas para viajar com pouco dinheiro

Comer, beber, viajar

Um blog sobre as coisas boas da vida

Viajante Independente

Dicas e relatos de viagem baseados em fatos reais. O melhor canal de viagens do YouTube.

Vamos Fugir

Vamos Fugir traz dicas e roteiros de viagens pelo mundo, além de tudo sobre intercâmbio, imigração e vida na Austrália!